terça-feira, 19 de maio de 2009

Aniversário

Passaram-se dois anos desde este dia. Já tivemos muitos altos e baixos, mas o que interessa continua vivo, e por muito mais tempo!!! Agora somos 3 (mais dois gatos), e cada vez gosto mais (quem diria, heim?!) :-)
It's been two years since this day. We've had many ups and downs, but what's important is still alive, and will be for many years!!! Now there's three of us here (not counting the cats), and I love it more each day that goes by (who would have said it, heim?!) :-)

segunda-feira, 18 de maio de 2009

Prémio! Prize!

O meu blog recebeu um prémio!!! Tão novinho, e já distinguido!!! Foi a Satine! Obrigada! Para não faltar ao devido, tenho que seguir as regras. Ora aqui vai:
My blog received a prize!!! So young, and already distinguished!!! It was Satine! Thank you! The prize has some instructions to follow. Here it goes:

1. Colocar o selo no blogue: Já está!
1. Place the seal in the blog: Done!

2. Indicar 10 blogues que adoro:
2. Designate 10 blogs that I love:
3. Informar os blogues indicados que receberam o selo: Vou tratar desse assunto...
3. Inform the above blogs that they got the seal: I'll take care of that...

4. Dizer 5 coisas que adoro na vida e porquê.
4. Designate 5 things I love in life, and why.
  • As minhas amigas. Sem elas (vocês, sim), a vida era muito cinzenta. My friends. Without them (yes, you), life would be too gray.
  • Os meus homens. Porque sim. My guys. Just because.
  • Os gatos que decidiram viver comigo Porque são lindos, independentes, e amorosos. E porque vêm ter comigo quando estou triste e dão-me mimos. The cats that decided to live with me. Because they're beautiful, independent and loving. And because they come to me when I'm sad and pamper me.
  • Livros. Sou fanática, viciada, não há mesmo cura possível. Books. I'm fanatic, addicted, there's really no cure.
  • Música. De vários tipos e estilos. De várias épocas. De a ouvir, sentir, tocar, cantar. Music. Various types and styles of music. Various epochs of music. Listening to it, feeling it, playingit, singing it.

sexta-feira, 15 de maio de 2009

Condições no Trabalho

Normalmente queixo-me muito quando acho que as coisas não estão bem.
Já acham normal quando o faço, e até por vezes devem achar que exagero, mas o exagero é um tema subjectivo, dependente de quem analisa o problema em questão, e da forma como o problema afecta (ou não) o seu bem-estar. Acho que toda a gente se deveria queixar, e por não o fazerem é que muitas vezes as coisas continuam na mesma.

Aparte a introdução, devo dizer que há coisas que deveriam ser básicas no que toca ao ambiente de trabalho. Especialmente numa empresa que se diz “sustentável” e que se dá ao trabalho de distribuir individualmente “códigos de conduta” pelos seus colaboradores. Sim, porque os funcionários agora já não são funcionários, são “colaboradores”. Colaboramos para o enriquecimento de alguns, em detrimento de nós próprios. O que “eles” colaboram para nós é tão desprezável como o resto zero de uma divisão inteira.

Já nem falo dos aumentos inexistentes há muitos anos. Já nem falo dos bónus que sempre só existem para alguns. Já nem falo das facilidades de crédito que também só existem para alguns. (não me venham falar de “crise”, pois essa palavra aqui já é banal há muitos anos, e, mais uma vez, só para alguns).

Falo de condições básicas de trabalho. Falo de estar constantemente doente, sempre que estou aqui. Falo de precisar de andar sempre com roupa de inverno porque, curiosamente, o ar condicionado que fatalmente está mesmo por cima de mim não parece ser regulável. Falo de cadeiras que custaram os olhos na cara (mas a crise é grande) e que me põem ainda pior das costas e da minha cervical.

Hoje estou mal disposta. Acordei com dores, mais uma vez. Estou assim desde 2ª feira (curiosamente). Também estou, mais uma vez, com feridas no nariz, que me doem e que são muito desconfortáveis (fora a questão estética). Vim de blusinha pois o tempo lá fora assim o permite. Esqueci-me de um casaco extra e, por isso, estou condenada a estar aqui a tremer de frio até à hora de saída ou ir gastar dinheiro que não preciso de ir gastar para comprar algo mais quente num centro comercial já de si não muito barato.

Mas o que interessa é o que parece. Por isso, se eu parecer feliz e contente está tudo bem. Se estiver de trombas, que é o que acontece pois não sou de disfarçar o que sinto, sou uma má “colaboradora”.

Uma palavra de apreço para os meus colegas de departamento. No meio disto tudo, pelo menos o ambiente de trabalho é excelente, a minha chefia directa também. Obrigada por isso.

Desculpem o desabafo, mas hoje estou assim.

(I'm sorry, but I don't feel like translating... Please use an online translator, or ask me what I mean. Thanks.)

segunda-feira, 11 de maio de 2009

OFFF Oeiras'09 - Dia 3 (Conclusões)

O 3º dia do OFFF foi muito curto para mim. Cheguei cerca das 15:30 para sair desiludida cerca das 19:30. Pelo meio vi uma conferência da qual não percebi nada (mau som), uma substituição dum dos oradores por uma turma dum workshop a mostrar as suas "pequenas maravilhas" feitas no workshop, um painel de Nerds (no verdadeiro sentido da palavra), e o início da apresentação de uns profissionais de cinema foi o que bastou para eu me vir embora. O cansaço já era muito, e a vontade de ir para casa e usufruir do resto do fim de semana com os meus homens falou mais alto.
The third day of OFFF was very short to me. I arrived at around 15:30 to leave, dissapointed, at around 19:30. In between I saw a conference from which I didnt understand a word (bad sound), a replacement from one of the guys speaking for a workshop class showing their workshopped "small wonders", a Nerdference (in the truth sense of the word), and the beginning of a presentation from some guys from the cinema was enough for me to go home. I was tired, and the will to go home and spend the rest of the weekend with my guys spoke louder.

O balanço do festival foi, a meu ver, médio. O tema do festival, Fail Gracefully, nem foi tocado pela maior parte dos oradores. Muitos não se conseguiam ouvir, pois para além da acústica da sala ser má, era preciso saber falar para o público! Fora o segundo dia que, a meu ver, foi bom, os outros ficaram um pouco aquém das expectativas. No entanto, é sempre bom haverem eventos destes, nem que seja para se ir vendo o que se está a fazer por esse mundo fora. E, nesse aspecto, o OFFF atingiu os objectivos! Ficamos à espera dos próximos.
The festival was, in my point of view, medium. The theme, Fail Gracefully, was not even touched for the most of the people talking. Many couldn't even be heard. Apart from the room's accoustics being bad, it was needed that they could talk to the audience! Other than the second day that, in my point of view, was good, the others were somehow off my expectations. On the other hand, it's always good to have events like this, even if it's just to know what's being done in the world. And, in that aspect, the festival reached its goals! We'll wait for the next ones.

domingo, 10 de maio de 2009

OFFF Oeiras'09 - Dia 2

O segundo dia do OFFF foi, na minha opinião, o melhor de todos. Não fui de manhã, cheguei durante a apresentação dos Champagne Valentine mas de onde estava não se via nem ouvia bem por isso perdi o interesse e fui deambular. Acabei por passar algum tempo perto dum ecrã táctil gigante onde os participantes jogavam o velhinho Space Invaders com bolas de esponja que atiravam ao ecrã... Fabuloso!
The second day at OFFF was, in my opinion, the best of all. I didn't go in the morning, arrived during the presentation of Champagne Valentine, but I couldn't see or hear well from where I was so I went for a walk around the festival. Ended up spending some time near a giant touchscreen where the participants played the old Space Invaders with spounge balls that they threw at the screen... Fabulous!

O Robert L. Peters, designer há mais de 40 anos, fez uma apresentação espectacular em que falou principalmente no seu "Maxim Ditum"que, a meu ver, é aplicável a imensas coisas na vida, não só ao design. Activista anti-guerra e pró-ecologia e defensor do ambiente, senti-me logo conectada com a forma de ver o mundo que este senhor tem. Um Senhor com ésse grande! Recebeu ovação de pé, a única que vi neste festival.
Robert L. Peters, designer for more than 40 years, did a spectacular talk in which he mostly talked about his "Maxim Ditum" that, in my opinion, can be applied to lots of things in life, not only design. Anti-war activist and a convict environment protector, I felt connected with his way of looking at the world. A Sir with a big S! He got a standing ovation, the only one I saw in this festival.

OneSize, Motion Graphics, fizeram o vídeo para o OFFF. A apresentação deles foi apenas o Making Off do vídeo. Gostei, mas acabou por ser um pouco aborrecido.
OneSize, Motion Graphics, they did Offf's Sponsor Titles. Their presentation was only the video's Making Off. I liked it, but ended up being a little boring.

O seguinte foi PES, fantástico a fazer pequenos filmes usando objectos do quotidiano, e sem efeitos especiais. Apresentou ainda um making off do seu filme Western Spaguetti. Tudo feito frame a frame! Espectacular.
Next in line was PES, owesome doing small movies using every day objects, without special effects. He also showed a making off form his movie Western Spaguetti. All done frame by frame. Spectacular.

Paula Scher, designer desde os anos 70, obcecada por mapas e alérgica a novas tecnologias. Mostrou o seu trabalho, todo feito à volta do design tipográfico. Interessante, mas do que gostei mesmo foi da sua loucura inerente. Tal como o Robert L. Peters, alguém que seria muito interessante de conhecer melhor pessoalmente.
Paula Scher, designer since the 70's, obcessed by maps, and allergic to new technologies. She showed her work, all done around typographic design. Interesting, but what I liked the most was her madness. Like Robert L. Peters, she's someone that I think would be very interesting to meet.
Finalmente, o mais esperado do festival: Joshua Davis apareceu, e não desiludiu os cerca de 3500 espectadores. Doido varrido, irreverente, o que mostrou não é muito diferente do ano passado (muitos dos slides eram mesmo iguais), mas a sua energia e alegria cativam qualquer um, e a plateia desfez-se em gargalhadas várias vezes na sua hora. Well done!
At last, the most waited guy in the festiva: Joshua Davis showed up, and didn't dissapoint the near 3500 spectators. Insane, plain nuts, what he showed is not very different from last year's (in fact, most of the slides were the same), but his joy and energy captivate anyone, and the audience felt in laughter many times in his hour. Well done!

quinta-feira, 7 de maio de 2009

OFFF Oeiras'09 - Dia 1

No primeiro dia do festival não fui de manhã por razões familiares, e só cheguei a tempo da sessão das 17h. Comecei o meu festival a deambular pelos vários espaços, e qual não é o meu espanto quando vejo uma versão do Zé Povinho de Bordalo Pinheiro, misturada com os bonecos típicos das Caldas, a ser utilizada como objecto de "advertising" duma escola de publicidade portuguesa... Confesso que achei um bocado falta de imaginação, mas como nestas coisas de criatividade e design eu sei pouco, não vou dizer mais nada. O resto dos espaços varia desde o simples "chillout" ao Mercadillo onde se podem adquirir peças de alguns artistas, passando pelo espaço de música Loopita para quem gosta de sons electrónicos e a exposição de alguns trabalhos bastante interessantes! Até tem um espaço onde se pode ir carregar a maquinaria toda (vulgo portáteis, telemóveis, máquinas fotográficas, enfim, o que se quiser).
I didn't start in the morning of the first day of the festival, and I got on time for the 17:00 session. Started my own festival wondering around the various spaces, and I was startled to see a version of Bordalo Pinheiro's "Zé Povinho", mixed with Caldas da Rainha's typical ceramic, being used as "advertising" from a portuguese publicity school... I thought it was lack of imagination, but in this things of creativity and design I know very little, so I am not going to say no more. The rest of the spaces vary from the simple "chillout" to the Mercadillo where you can buy peaces from some artists, to the music space Loopita for those who like electronic sounds, and the exibition of some very interesting works! It even has a place where you can go charge all your machinery (aka laptops, cell phones, cameras, anything you want).

Na zona Roots é onde se passam as grandes palestras, e onde se pôde ver a sessão do Jason Brugues Studio, um artista que mistura arquitectura com arte para fazer coisas muito engraçadas de arte interactiva nos edifícios. Os oradores seguintes, United Visual Artists (U.V.A.) prosseguiram (e muito bem) com este tema. Não conhecia este tipo de trabalhos e gostei muito de ver! Pena que em Portugal não se veja nada destas coisas. O Darth Vader que se vê aqui ao lado andava por lá a deambular... Sendo eu uma fã incondicional, não resisti ao "Momento Paparazzi" e aqui está o resultado... Sem máquina, foi mesmo com o telemóvel por isso a qualidade não é a melhor!
O que veio a seguir foi, para mim, o melhor do dia (tendo em conta que só vi metade). A colaboração entre James Paterson um ilustrador, e Amit Pitaru, um compositor, deu em algo simplesmente brilhante. Uma forma gráfica, visual de ver a música, o som. Sendo a música tão intimamente ligada à minha pessoa, ver as formas como se pode fazer a junção entre formas de arte é realmente maravilhoso.
A última sessão foi a Chris Milk. Realizador. Só vi os primeiros 5 minutos e não me cativaram. Vim-me embora pois já se fazia tarde.

It's in the Roots area where the big action occurs, and where we could see Jason Brugues Studio's session, an artist that mixes architecture with art to do some very interesting things like interactive architecture art on buildings. The next ones talking, United Visual Artists (U.V.A.) went on with this theme (and very nicelly done). I didn't know this kind of works and I enjoyed very much watching! Too bad we don't see this kind of stuff in Portugal.
Darth Vader was wondering around the place... Being an incondicional fan, I couldn't help the "Paparazzi Moment", done with my cell phone. This is the result!
What came next was, for me, the best of the day (considering I've only seen half). The collaboration between James Paterson, an illustrator, and Amit Pitaru, a composer, resulted into something brilliant to my eyes. A graphical, visual way of seeing music, sound. Being music so connected to who I am, seeing some ways of making the connection between different forms of art is really wonderful.
The last session was the one from Chris Milk. Director. I only saw the first 5 minutes, and they didn't catch my attention. It was late, and I went home.

OFFF Oeiras'09 - O Espaço

Hoje foi o 1º Dia do OFFF Oeiras'09. Para quem não sabe, este é um festival que todos os anos ganha adeptos dentro das áreas criativas digitais... E não só! Programadores e simpatizantes também "bebem" do ambiente de criatividade que se respira neste sítio durante 3 dias. Este ano o lugar escolhido foi a Fundição de Oeiras, e o festival integrado nas comemorações dos 250 anos do Concelho de Oeiras. O local escolhido é engraçado e tem condições ligeiramente melhores que as do ano passado. No entanto há uns aspectos que não posso deixar de referir: o calor!!! A sala principal do evento é um pavilhão fechado sem qualquer tipo de ventilação. Gera-se então uma estufa em que só apetece fugir! O que vale é que as apresentações valem a pena, senão acho que não tinham lá ninguém... A acústica também deixa muito a desejar. É difícil ouvir os oradores, especialmente nos momentos em que o público ainda está na fase de se acomodar para ouvir a palestra e está barulho na sala. As cadeiras são desconfortáveis, embora concorde que, ao serem mais pequenas que as do ano passado (mais confortáveis), consigam assim sentar mais pessoas. As casas de banho fazem lembrar os festivais de verão, são aqueles contentores de plástico que mais apetece nem sequer chegar perto, quanto mais ter que ir fazer lá as necessidades... E o espaço para saída das pessoas é um corredor estreito para tanta gente! Sair de lá para apanhar o comboio para casa é um martírio... Ultrapassados estes defeitos, o festival vale bem a pena destes pequenos sacrifícios! Mais sobre o dia 1 no próximo post.

Today was the first day of the OFFF Oeiras'09 festival. For those of you who don't know, this is a festival that has more followers each year in the digital creative areas... But not only! Programmers and friends also "drink" from the creative environment that is breathable in this place during this 3 days. This year the festival is taking place in Fundição de Oeiras, and is part of the festivities for the 250 years of Oeiras' county. The place chosen is nice and is slighty better than last year's, but there are some things I can't help mentioning: The heat!!!! The main room of the event is a closed pavilion with no air circulation. We feel like we're inside a greenhouse from which we only feel like fleeing! Luckly, the presentations are very good, so we all just stay there fanning with whatever we get hands on. The acoustics is horrible, we hardly listen to what the people are saying at the stage, specially when the audience is still settling and there is noise in the room... The chairs are unconfortable, but I have to agree that for being smaller than last year's they give more available sitting places... The bathrooms are plastic containers like those in summer music festivals. Everybody knows them, I'm not going to get into details. They're bad. Period. The exit is a corridor not big enough for everybody to get out at the same time... Getting out in time of catching the train can be an adventure. Anyway... Getting past this defects, the festival is well worth the small sacrifices! More on day 1 on the next post.

Outra coisa que falta... Caixotes de lixo! Não vi um único! Só alguns de separação do lixo... Mas para lixo normal, nada. Grande falha!
Another thing that's missing... Garbage cans! I haven't seen one! Just a few to do garbage separation... But nothing for normal garbage. Big flaw!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Copyright @2009 Noiva com asas
Design by Templates para novo blogger