quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

Feliz Natal!


Feliz Natal para todos! :-)

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Já está

Depois de muita confusão, e mais que muitos atrasos... Hoje fizemos a escritura. :-) Agora é começar com as obras, e mudarmos para a casa nova o mais depressa possível!!! Talvez lá para Janeiro dê para finalmente lá estarmos. Avizinham-se novos tempos de muuuuuuuito trabalhinho. Mas este já é mais do nosso agrado!!!! :-D

quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Dia da Alimentação - Artigo BabySol

É já a partir da próxima 2ª feira que se comemora a Semana da Alimentação, marcada pelo Dia Mundial da Alimentação que tem lugar a 16 de Outubro. Temos várias surpresas preparadas... Como costumo dizer: fique por perto!
Contámos também consigo para, esta semana, ajudar a divulgar BabySol... na escola, no trabalho, entre familiares, com o pediatra...ou, se preferir, publique este artigo no seu blog e participe no nosso passatempo!


A Alimentação e as Crianças

Nos últimos anos o tema Alimentação tem sido fortemente badalado, alertando o consumidor de alguns cuidados que deve esforçar-se por cumprir, no seu quotidiano, mas sujeitos à indisponibilidade temporal, de excesso de trabalho e até de motivação. Estas medidas que, por vezes teimam em ser desvalorizadas são, nos piores casos, implementadas quando já é demasiado tarde…

Em consequência disso, os pais, cidadãos da vida em particular azáfama são, no seu meticuloso papel de educação dos filhos, por vezes, os primeiros a descurar a saúde das suas crianças, ao arrastarem para casa os hábitos alimentares incorrectos que não conseguem vencer. Cientistas de todo o mundo reportam que as principais causas da obesidade infantil, epidemia devastadora do século XXI, incidem essencialmente no consumo abusivo de bebidas açucaradas consumidas em resultado de uma alimentação excessivamente rica em sal, que a diminuta actividade física nas idades mais jovens prejudica e o marketing publicitário teima em promover. Sobretudo no contexto doméstico.

Então porque não tirar partido do cuidado alimentar com que deve privilegiar os seus filhos e, a pretexto, mudar também os seus? As regras são simples…

- Honrar o pequeno-almoço com lacticínios, fruta e cereais pouco refinados (pão mistura e cereais integrais);
- Respeitar intervalos das refeições não superiores a 3h30, mesmo que não tenha fome, consuma um iogurte ou uma peça de fruta;
- Abandonar o consumo de refrigerantes e outras bebidas com açúcar adicionado na sua composição;
- Salvar a reputação da sopa, elaborando simpáticas e simples composições de legumes;
- Colorir a alimentação: incorpore sempre, disfarçados ou não, legumes e fruta na comida…é bom e sabe bem, se feito com parcimónia.
- Respeitar o convívio familiar que as refeições socialmente devem destacar: a hora das refeições deve ser uma hora feliz para rentabilizar o pouco tempo que lhe dedicámos. Sorria e… solte a criança que há em si!
- Promover o exercício físico em Equipa com as crianças...todos dormirão bem depois!
- Manter-se sempre actualizado, recorrendo a fontes de informação credíveis que os profissionais de Saúde Alimentar promovem. Acompanhe um sítio on line, leia uma revista, reflicta sobre as notícias…
Melhore, cada dia, o seu conceito sobre Alimentação Saudável!

É possível, económico…e sabe bem!


Dra. Solange Burri
Consultora em Alimentação


Image Hosted by ImageShack.us

sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Marrakesh Night Market

They're gathered in circles
the lamps light their faces
The crescent moon rocks in the sky
The poets of drumming
keep heartbeats suspended
The smoke swirls up and then it dies


Would you like my mask?
would you like my mirror?
cries the man in the shadowing hood
You can look at yourself
you can look at each other
or you can look at the face of your god


The stories are woven
and fortunes are told
The truth is measured by the weight of your gold
The magic lies scattered
on rugs on the ground
Faith is conjured in the night market's sound


Would you like my mask?
would you like my mirror?
cries the man in the shadowing hood
You can look at yourself
you can look at each other
or you can look at the face of your god


The lessons are written
on parchments of paper
They're carried by horse from the river Nile
says the shadowy voice
In the firelight, the cobra
is casting the flame a winsome smile


Would you like my mask?
would you like my mirror?
cries the man in the shadowing hood
You can look at yourself
you can look at each other
or you can look at the face of your god


Letra e Música de Loreena McKennitt

terça-feira, 6 de outubro de 2009

Sessões de Música para Pais e Bebés

A pedido da minha irmã, que está a organizar o evento abaixo indicado, publicito-o! A quem interessar:


Olá a todos : )
Venho por este meio trazer a boa nova de que, a partir do próximo sábado, irão realizar-se no estúdio da Foco Musical "Sessões de Música para Pais e Bebés".
Vamos realizar duas sessões - uma às 10h e a outra às 10.45 - e temos agradaveis surpresas
preparadas para todos.
Na correria do dia-a-dia a palavra de ordem é parar, usufruir e sair com aquele sorriso único, após um momento de qualidade, partilhado com os nossos mais pequenotes
De que estão à espera?!!! A primeira sessão é oferta, precisamos apenas que façam a inscrição, via telefone (no horário normal de trabalho), ou e-mail. (Isto porque temos necessariamente uma lotação máxima por sessão).
Os contactos:
Rua Jorge Colaço, 34C.
1700-253 Lisboa
TELEFONE:
218429800
FAX:
218429809
Com um enorme abraço me despeço, esperando por vós em breve ; )
Atenciosamente,
Foco Musical

quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Gayatri Mantra



Aum
Bhuh Bhuvah Svah
Tat Savitur Varenyam
Bhargo Devasya Dheemahi
Dhiyo Yo nah Prachodayat

~ The Rig Veda (10:16:3)

ou
Om bhūr bhuvar svar
tat savitur varenyam
bhargo devasya dhīmahi
dhiyo yo nah prachodayāt
Wikipedia

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

Passo a passo


Passo a passo o processo da casa vai avançando. Ultrapassámos o segundo obstáculo. Vamos, com toda a força e toda a pujança, tratar da papelada para ultrapassar o terceiro e último (espero)!!!!

Já retirei o anúncio da venda da minha casa actual aqui do blog. Para dar sorte. ;-)

Weeeeeeeeeeeee!!!!!

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

Distrações

A vida anda a mil e duzentos à hora. Fazem-se contas, fazem-se planos, fazem-se contas para concretizar os planos... E no meio disto tudo há o emprego, há amigdalites e febres, há birras e noites mal dormidas... E às vezes só apetece gritar!!!! Valham-me as distrações.

Retomei um curso que tinha deixado "pendurado" há quase dois anos. Curso de Monitor de Artes Decorativas!!! Estou a adorar. Distraio-me a fazer uma coisa divertida e artística, já tinha saudades de explorar esta veia. Se me apetecer vou mostrando aqui algumas fotos dos trabalhos que vou fazendo.

A segunda distração é... O Facebook... Sim, o facebook. Nunca quis andar muito naquilo, mas olhem, acho que aquilo tem imã. Estou viciada num jogo em que planto coisas. Sou dona de uma quinta! E olhem que, pelo menos no computador, só deixo morrer as plantas para aí uma vez em dez! Não está mal! :-D

E recomecei a ler. Todos os dias, um bocadinho antes de dormir. Faz-me bem à alma, e pode ser que me ajude a reencontrar a minha identidade escondida. :-)

sábado, 29 de agosto de 2009

Já lá vai um ano


O Rafael fez um ano hoje. Parece mentira que já se passou um ano inteirinho! Passou-se tanta coisa, a evolução dele foi tão grande (e a minha também!) que até parece que foi ontem, de tão rápido que se passou.

A verdade é que já foi há um ano que ele nasceu e modificou definitivamente as nossas vidas, para sempre. A ideia de ser mãe assustou-me muito. Neste momento não me consigo ver de outra forma (embora não seja isso que me defina como pessoa).

Fizemos uma festinha pequenina. Para nós, principalmente, que ele ainda não percebeu nada do que se passou, e até fez um beicinho delicioso quando se cantaram os parabéns. Mas a verdade é que nós também merecemos, não é? Este ano foi imensamente trabalhoso, maravilhoso e complicado para nós, para além da alegria imensa que é tê-lo nas nossas vidas diariamente.

sábado, 22 de agosto de 2009

Muda de Vida


Comecei a minha saga. Ainda nem sei se se vai realizar, mas estou a começar a preparar-me para tal. Acredito no poder do pensamento positivo, e por isso, vou complementá-lo com acções positivas!!! Isto é: Vou começar a limpeza da montanha de coisas que para aqui tenho em casa, e começar aos poucos a empacotar aquilo que interessa, para levar para a casa nova. Sim, porque o pensamento positivo me diz que vai tudo correr bem e que, algures num futuro não muito longínquo, estaremos a viver noutro sítio. Estou num misto de excitação e pesar. Este apartamento é muito especial. Foi aqui que me libertei. Foi aqui que me perdi, e onde mais tarde me encontrei. Aqui me apaixonei, casei, procriei. Cada canto desta casa tem uma história. Cada peça uma lembrança. Lembro-me quando me mudei para aqui... A casa parecia-me enorme, só para mim e para a meia dúzia de coisas com que vim de casa dos meus pais.

O tempo realmente passa, as coisas mudam, e a casa agora tornou-se pequena para esta coisa que se chama de família, e à qual ainda estou aos poucos a habituar-me. Parece estranho, eu sei, mas nunca tive o chamado Relógio Biológico a falar, foram apenas uma série de felizes coincidências que me levaram à minha presente condição.

E é assim a vida. Estou num misto de expectativa e tristeza. Quero ir, mas tenho pena de ir. Faz sentido? Talvez não.

Muda de vida se tu não vives satisfeito
Muda de vida, estás sempre a tempo de mudar
Muda de vida, não deves viver contrafeito
Muda de vida, se a vida em ti a latejar

Ver-te sorrir eu nunca te vi
E a cantar, eu nunca te ouvi
Será te ti ou pensas que tens... que ser assim

Ver-te sorrir eu nunca te vi
E a cantar, eu nunca te ouvi
Será te ti ou pensas que tens... que ser assim

Olha que a vida não, não é nem deve ser
Como um castigo que tu terás que viver

Muda de vida se tu não vives satisfeito
Muda de vida, estás sempre a tempo de mudar
Muda de vida, não deves viver contrafeito
Muda de vida, se a vida em ti a latejar

António Variações


terça-feira, 11 de agosto de 2009

Casa Nova!

Assinámos ontem o contrato de promessa de permuta para a casa nova.
Façam figas para que tudo corra bem, e que o crédito seja aprovado ASAP, e que as obras necessárias fiquem baratas baratas baratas e que a malta vá passar o ano novo na casa nova!!! :-)

Excited! Excited! Excited!

Termina agora uma fase ultra-mega-ocupada, para começar outra mega-ultra-super-ocupadíssima!!! (mas muuuuuuuuito mais excitante!)

P.S. Só tiro os anúncios de venda da minha quando estiver tudo formalizado... Não vá o diabo tecê-las! :-D

terça-feira, 28 de julho de 2009

Carpe Diem

Carpe diem quam minimum credula postero
Tu ne quaesieris, scire nefas, quem mihi, quem tibi
finem di dederint, Leuconoe, nec Babylonios
temptaris numeros. ut melius, quidquid erit, pati.
seu pluris hiemes seu tribuit Iuppiter ultimam,
quae nunc oppositis debilitat pumicibus mare
Tyrrhenum: sapias, vina liques et spatio brevi
spem longam reseces. dum loquimur, fugerit invida
aetas: carpe diem quam minimum credula postero.

Colhe o dia, confia o mínimo no amanhã
Não pergunte, saber é proibido, o fim que os deuses
darão a mim ou a si, Leuconoe, com os adivinhos da Babilônia
não brinque. É melhor apenas lidar com o que se cruza no teu caminho
Se muitos invernos Júpiter te dará ou se este é o último,
que agora bate nas rochas da praia com as ondas do mar
Tirreno: seja sábio, beba o seu vinho e para o curto prazo
reescale as suas esperanças. Mesmo enquanto falamos, o tempo ciumento
está fugindo de nós. Colhe o dia, confia o mínimo no amanhã.

Odes" (I,, 11.8) do poeta romano Horácio (65 - 8 AC)

domingo, 5 de julho de 2009

A minha familia

Make your Stick Figure Family at FreeFlashToys.com

quinta-feira, 2 de julho de 2009

Desenganos

Anda mais de meio mundo enganado uma vida inteira em coisas tão mundanas como a colocação de supositórios. Já nem falo na sua colocação em bebés, mas na forma como os nossos pais sempre os colocaram em nós, e na forma como (com mais ou menos resistência), nós próprios já os auto-administrámos... Pois eu pergunto: sabem como colocar um supositório? Eu pensava que sabia. Mas afinal não!!!

Eu explico. Toda a vida pensei que o supositório se colocava com a parte bicuda para dentro. Isto é, em forma de míssil directinho pelo recto acima. E depois apertar as "badanas" com muita convicção para o desgramado não sair disparado... Mas afinal, estava errada!!! A forma correcta de colocar um supositório é com a parte plana para dentro. Isto porque o dito míssil afinal tem aquela forma pois é a correcta para ir mais rapidamente para dentro, anatomicamente falando, sem precisarmos de músculos rectais olímpicos a funcionar... E esta, heim? (como dizia um tão saudoso senhor de outros tempos)

Mais informações aqui. E aqui. E ainda aqui.

(as coisas que uma pessoa aprende depois de passar pela experiência da maternidade...)

terça-feira, 16 de junho de 2009

Preguiça / Laziness


Tenho andado com uma preguiça imensa... Calor, cheiro a Verão, praia... Só apetece encostar num canto a dormir... Por isso tenho andado desaparecida. Por isso e porque abriu a época oficial do passeio ao ar livre! :-) Vou dando notícias.

I've been very lazy... Heat, smells like Summer, beach... I just feel like sleeping in a corner... This is why I've been away. That, and because the official time of open air walks has begun! :-) I'll be giving news.

terça-feira, 19 de maio de 2009

Aniversário

Passaram-se dois anos desde este dia. Já tivemos muitos altos e baixos, mas o que interessa continua vivo, e por muito mais tempo!!! Agora somos 3 (mais dois gatos), e cada vez gosto mais (quem diria, heim?!) :-)
It's been two years since this day. We've had many ups and downs, but what's important is still alive, and will be for many years!!! Now there's three of us here (not counting the cats), and I love it more each day that goes by (who would have said it, heim?!) :-)

segunda-feira, 18 de maio de 2009

Prémio! Prize!

O meu blog recebeu um prémio!!! Tão novinho, e já distinguido!!! Foi a Satine! Obrigada! Para não faltar ao devido, tenho que seguir as regras. Ora aqui vai:
My blog received a prize!!! So young, and already distinguished!!! It was Satine! Thank you! The prize has some instructions to follow. Here it goes:

1. Colocar o selo no blogue: Já está!
1. Place the seal in the blog: Done!

2. Indicar 10 blogues que adoro:
2. Designate 10 blogs that I love:
3. Informar os blogues indicados que receberam o selo: Vou tratar desse assunto...
3. Inform the above blogs that they got the seal: I'll take care of that...

4. Dizer 5 coisas que adoro na vida e porquê.
4. Designate 5 things I love in life, and why.
  • As minhas amigas. Sem elas (vocês, sim), a vida era muito cinzenta. My friends. Without them (yes, you), life would be too gray.
  • Os meus homens. Porque sim. My guys. Just because.
  • Os gatos que decidiram viver comigo Porque são lindos, independentes, e amorosos. E porque vêm ter comigo quando estou triste e dão-me mimos. The cats that decided to live with me. Because they're beautiful, independent and loving. And because they come to me when I'm sad and pamper me.
  • Livros. Sou fanática, viciada, não há mesmo cura possível. Books. I'm fanatic, addicted, there's really no cure.
  • Música. De vários tipos e estilos. De várias épocas. De a ouvir, sentir, tocar, cantar. Music. Various types and styles of music. Various epochs of music. Listening to it, feeling it, playingit, singing it.

sexta-feira, 15 de maio de 2009

Condições no Trabalho

Normalmente queixo-me muito quando acho que as coisas não estão bem.
Já acham normal quando o faço, e até por vezes devem achar que exagero, mas o exagero é um tema subjectivo, dependente de quem analisa o problema em questão, e da forma como o problema afecta (ou não) o seu bem-estar. Acho que toda a gente se deveria queixar, e por não o fazerem é que muitas vezes as coisas continuam na mesma.

Aparte a introdução, devo dizer que há coisas que deveriam ser básicas no que toca ao ambiente de trabalho. Especialmente numa empresa que se diz “sustentável” e que se dá ao trabalho de distribuir individualmente “códigos de conduta” pelos seus colaboradores. Sim, porque os funcionários agora já não são funcionários, são “colaboradores”. Colaboramos para o enriquecimento de alguns, em detrimento de nós próprios. O que “eles” colaboram para nós é tão desprezável como o resto zero de uma divisão inteira.

Já nem falo dos aumentos inexistentes há muitos anos. Já nem falo dos bónus que sempre só existem para alguns. Já nem falo das facilidades de crédito que também só existem para alguns. (não me venham falar de “crise”, pois essa palavra aqui já é banal há muitos anos, e, mais uma vez, só para alguns).

Falo de condições básicas de trabalho. Falo de estar constantemente doente, sempre que estou aqui. Falo de precisar de andar sempre com roupa de inverno porque, curiosamente, o ar condicionado que fatalmente está mesmo por cima de mim não parece ser regulável. Falo de cadeiras que custaram os olhos na cara (mas a crise é grande) e que me põem ainda pior das costas e da minha cervical.

Hoje estou mal disposta. Acordei com dores, mais uma vez. Estou assim desde 2ª feira (curiosamente). Também estou, mais uma vez, com feridas no nariz, que me doem e que são muito desconfortáveis (fora a questão estética). Vim de blusinha pois o tempo lá fora assim o permite. Esqueci-me de um casaco extra e, por isso, estou condenada a estar aqui a tremer de frio até à hora de saída ou ir gastar dinheiro que não preciso de ir gastar para comprar algo mais quente num centro comercial já de si não muito barato.

Mas o que interessa é o que parece. Por isso, se eu parecer feliz e contente está tudo bem. Se estiver de trombas, que é o que acontece pois não sou de disfarçar o que sinto, sou uma má “colaboradora”.

Uma palavra de apreço para os meus colegas de departamento. No meio disto tudo, pelo menos o ambiente de trabalho é excelente, a minha chefia directa também. Obrigada por isso.

Desculpem o desabafo, mas hoje estou assim.

(I'm sorry, but I don't feel like translating... Please use an online translator, or ask me what I mean. Thanks.)

segunda-feira, 11 de maio de 2009

OFFF Oeiras'09 - Dia 3 (Conclusões)

O 3º dia do OFFF foi muito curto para mim. Cheguei cerca das 15:30 para sair desiludida cerca das 19:30. Pelo meio vi uma conferência da qual não percebi nada (mau som), uma substituição dum dos oradores por uma turma dum workshop a mostrar as suas "pequenas maravilhas" feitas no workshop, um painel de Nerds (no verdadeiro sentido da palavra), e o início da apresentação de uns profissionais de cinema foi o que bastou para eu me vir embora. O cansaço já era muito, e a vontade de ir para casa e usufruir do resto do fim de semana com os meus homens falou mais alto.
The third day of OFFF was very short to me. I arrived at around 15:30 to leave, dissapointed, at around 19:30. In between I saw a conference from which I didnt understand a word (bad sound), a replacement from one of the guys speaking for a workshop class showing their workshopped "small wonders", a Nerdference (in the truth sense of the word), and the beginning of a presentation from some guys from the cinema was enough for me to go home. I was tired, and the will to go home and spend the rest of the weekend with my guys spoke louder.

O balanço do festival foi, a meu ver, médio. O tema do festival, Fail Gracefully, nem foi tocado pela maior parte dos oradores. Muitos não se conseguiam ouvir, pois para além da acústica da sala ser má, era preciso saber falar para o público! Fora o segundo dia que, a meu ver, foi bom, os outros ficaram um pouco aquém das expectativas. No entanto, é sempre bom haverem eventos destes, nem que seja para se ir vendo o que se está a fazer por esse mundo fora. E, nesse aspecto, o OFFF atingiu os objectivos! Ficamos à espera dos próximos.
The festival was, in my point of view, medium. The theme, Fail Gracefully, was not even touched for the most of the people talking. Many couldn't even be heard. Apart from the room's accoustics being bad, it was needed that they could talk to the audience! Other than the second day that, in my point of view, was good, the others were somehow off my expectations. On the other hand, it's always good to have events like this, even if it's just to know what's being done in the world. And, in that aspect, the festival reached its goals! We'll wait for the next ones.

domingo, 10 de maio de 2009

OFFF Oeiras'09 - Dia 2

O segundo dia do OFFF foi, na minha opinião, o melhor de todos. Não fui de manhã, cheguei durante a apresentação dos Champagne Valentine mas de onde estava não se via nem ouvia bem por isso perdi o interesse e fui deambular. Acabei por passar algum tempo perto dum ecrã táctil gigante onde os participantes jogavam o velhinho Space Invaders com bolas de esponja que atiravam ao ecrã... Fabuloso!
The second day at OFFF was, in my opinion, the best of all. I didn't go in the morning, arrived during the presentation of Champagne Valentine, but I couldn't see or hear well from where I was so I went for a walk around the festival. Ended up spending some time near a giant touchscreen where the participants played the old Space Invaders with spounge balls that they threw at the screen... Fabulous!

O Robert L. Peters, designer há mais de 40 anos, fez uma apresentação espectacular em que falou principalmente no seu "Maxim Ditum"que, a meu ver, é aplicável a imensas coisas na vida, não só ao design. Activista anti-guerra e pró-ecologia e defensor do ambiente, senti-me logo conectada com a forma de ver o mundo que este senhor tem. Um Senhor com ésse grande! Recebeu ovação de pé, a única que vi neste festival.
Robert L. Peters, designer for more than 40 years, did a spectacular talk in which he mostly talked about his "Maxim Ditum" that, in my opinion, can be applied to lots of things in life, not only design. Anti-war activist and a convict environment protector, I felt connected with his way of looking at the world. A Sir with a big S! He got a standing ovation, the only one I saw in this festival.

OneSize, Motion Graphics, fizeram o vídeo para o OFFF. A apresentação deles foi apenas o Making Off do vídeo. Gostei, mas acabou por ser um pouco aborrecido.
OneSize, Motion Graphics, they did Offf's Sponsor Titles. Their presentation was only the video's Making Off. I liked it, but ended up being a little boring.

O seguinte foi PES, fantástico a fazer pequenos filmes usando objectos do quotidiano, e sem efeitos especiais. Apresentou ainda um making off do seu filme Western Spaguetti. Tudo feito frame a frame! Espectacular.
Next in line was PES, owesome doing small movies using every day objects, without special effects. He also showed a making off form his movie Western Spaguetti. All done frame by frame. Spectacular.

Paula Scher, designer desde os anos 70, obcecada por mapas e alérgica a novas tecnologias. Mostrou o seu trabalho, todo feito à volta do design tipográfico. Interessante, mas do que gostei mesmo foi da sua loucura inerente. Tal como o Robert L. Peters, alguém que seria muito interessante de conhecer melhor pessoalmente.
Paula Scher, designer since the 70's, obcessed by maps, and allergic to new technologies. She showed her work, all done around typographic design. Interesting, but what I liked the most was her madness. Like Robert L. Peters, she's someone that I think would be very interesting to meet.
Finalmente, o mais esperado do festival: Joshua Davis apareceu, e não desiludiu os cerca de 3500 espectadores. Doido varrido, irreverente, o que mostrou não é muito diferente do ano passado (muitos dos slides eram mesmo iguais), mas a sua energia e alegria cativam qualquer um, e a plateia desfez-se em gargalhadas várias vezes na sua hora. Well done!
At last, the most waited guy in the festiva: Joshua Davis showed up, and didn't dissapoint the near 3500 spectators. Insane, plain nuts, what he showed is not very different from last year's (in fact, most of the slides were the same), but his joy and energy captivate anyone, and the audience felt in laughter many times in his hour. Well done!

quinta-feira, 7 de maio de 2009

OFFF Oeiras'09 - Dia 1

No primeiro dia do festival não fui de manhã por razões familiares, e só cheguei a tempo da sessão das 17h. Comecei o meu festival a deambular pelos vários espaços, e qual não é o meu espanto quando vejo uma versão do Zé Povinho de Bordalo Pinheiro, misturada com os bonecos típicos das Caldas, a ser utilizada como objecto de "advertising" duma escola de publicidade portuguesa... Confesso que achei um bocado falta de imaginação, mas como nestas coisas de criatividade e design eu sei pouco, não vou dizer mais nada. O resto dos espaços varia desde o simples "chillout" ao Mercadillo onde se podem adquirir peças de alguns artistas, passando pelo espaço de música Loopita para quem gosta de sons electrónicos e a exposição de alguns trabalhos bastante interessantes! Até tem um espaço onde se pode ir carregar a maquinaria toda (vulgo portáteis, telemóveis, máquinas fotográficas, enfim, o que se quiser).
I didn't start in the morning of the first day of the festival, and I got on time for the 17:00 session. Started my own festival wondering around the various spaces, and I was startled to see a version of Bordalo Pinheiro's "Zé Povinho", mixed with Caldas da Rainha's typical ceramic, being used as "advertising" from a portuguese publicity school... I thought it was lack of imagination, but in this things of creativity and design I know very little, so I am not going to say no more. The rest of the spaces vary from the simple "chillout" to the Mercadillo where you can buy peaces from some artists, to the music space Loopita for those who like electronic sounds, and the exibition of some very interesting works! It even has a place where you can go charge all your machinery (aka laptops, cell phones, cameras, anything you want).

Na zona Roots é onde se passam as grandes palestras, e onde se pôde ver a sessão do Jason Brugues Studio, um artista que mistura arquitectura com arte para fazer coisas muito engraçadas de arte interactiva nos edifícios. Os oradores seguintes, United Visual Artists (U.V.A.) prosseguiram (e muito bem) com este tema. Não conhecia este tipo de trabalhos e gostei muito de ver! Pena que em Portugal não se veja nada destas coisas. O Darth Vader que se vê aqui ao lado andava por lá a deambular... Sendo eu uma fã incondicional, não resisti ao "Momento Paparazzi" e aqui está o resultado... Sem máquina, foi mesmo com o telemóvel por isso a qualidade não é a melhor!
O que veio a seguir foi, para mim, o melhor do dia (tendo em conta que só vi metade). A colaboração entre James Paterson um ilustrador, e Amit Pitaru, um compositor, deu em algo simplesmente brilhante. Uma forma gráfica, visual de ver a música, o som. Sendo a música tão intimamente ligada à minha pessoa, ver as formas como se pode fazer a junção entre formas de arte é realmente maravilhoso.
A última sessão foi a Chris Milk. Realizador. Só vi os primeiros 5 minutos e não me cativaram. Vim-me embora pois já se fazia tarde.

It's in the Roots area where the big action occurs, and where we could see Jason Brugues Studio's session, an artist that mixes architecture with art to do some very interesting things like interactive architecture art on buildings. The next ones talking, United Visual Artists (U.V.A.) went on with this theme (and very nicelly done). I didn't know this kind of works and I enjoyed very much watching! Too bad we don't see this kind of stuff in Portugal.
Darth Vader was wondering around the place... Being an incondicional fan, I couldn't help the "Paparazzi Moment", done with my cell phone. This is the result!
What came next was, for me, the best of the day (considering I've only seen half). The collaboration between James Paterson, an illustrator, and Amit Pitaru, a composer, resulted into something brilliant to my eyes. A graphical, visual way of seeing music, sound. Being music so connected to who I am, seeing some ways of making the connection between different forms of art is really wonderful.
The last session was the one from Chris Milk. Director. I only saw the first 5 minutes, and they didn't catch my attention. It was late, and I went home.

OFFF Oeiras'09 - O Espaço

Hoje foi o 1º Dia do OFFF Oeiras'09. Para quem não sabe, este é um festival que todos os anos ganha adeptos dentro das áreas criativas digitais... E não só! Programadores e simpatizantes também "bebem" do ambiente de criatividade que se respira neste sítio durante 3 dias. Este ano o lugar escolhido foi a Fundição de Oeiras, e o festival integrado nas comemorações dos 250 anos do Concelho de Oeiras. O local escolhido é engraçado e tem condições ligeiramente melhores que as do ano passado. No entanto há uns aspectos que não posso deixar de referir: o calor!!! A sala principal do evento é um pavilhão fechado sem qualquer tipo de ventilação. Gera-se então uma estufa em que só apetece fugir! O que vale é que as apresentações valem a pena, senão acho que não tinham lá ninguém... A acústica também deixa muito a desejar. É difícil ouvir os oradores, especialmente nos momentos em que o público ainda está na fase de se acomodar para ouvir a palestra e está barulho na sala. As cadeiras são desconfortáveis, embora concorde que, ao serem mais pequenas que as do ano passado (mais confortáveis), consigam assim sentar mais pessoas. As casas de banho fazem lembrar os festivais de verão, são aqueles contentores de plástico que mais apetece nem sequer chegar perto, quanto mais ter que ir fazer lá as necessidades... E o espaço para saída das pessoas é um corredor estreito para tanta gente! Sair de lá para apanhar o comboio para casa é um martírio... Ultrapassados estes defeitos, o festival vale bem a pena destes pequenos sacrifícios! Mais sobre o dia 1 no próximo post.

Today was the first day of the OFFF Oeiras'09 festival. For those of you who don't know, this is a festival that has more followers each year in the digital creative areas... But not only! Programmers and friends also "drink" from the creative environment that is breathable in this place during this 3 days. This year the festival is taking place in Fundição de Oeiras, and is part of the festivities for the 250 years of Oeiras' county. The place chosen is nice and is slighty better than last year's, but there are some things I can't help mentioning: The heat!!!! The main room of the event is a closed pavilion with no air circulation. We feel like we're inside a greenhouse from which we only feel like fleeing! Luckly, the presentations are very good, so we all just stay there fanning with whatever we get hands on. The acoustics is horrible, we hardly listen to what the people are saying at the stage, specially when the audience is still settling and there is noise in the room... The chairs are unconfortable, but I have to agree that for being smaller than last year's they give more available sitting places... The bathrooms are plastic containers like those in summer music festivals. Everybody knows them, I'm not going to get into details. They're bad. Period. The exit is a corridor not big enough for everybody to get out at the same time... Getting out in time of catching the train can be an adventure. Anyway... Getting past this defects, the festival is well worth the small sacrifices! More on day 1 on the next post.

Outra coisa que falta... Caixotes de lixo! Não vi um único! Só alguns de separação do lixo... Mas para lixo normal, nada. Grande falha!
Another thing that's missing... Garbage cans! I haven't seen one! Just a few to do garbage separation... But nothing for normal garbage. Big flaw!

quinta-feira, 30 de abril de 2009

Dia da Mãe / Mother's Day

Marge Simpson, Twentieth Century Fox

Ontem fez 8 meses que sou Mãe. E na semana passada fez 3 meses que voltei ao trabalho sob a minha nova condição de Mãe. Não posso dizer que tenha atingido alguma meta, pois nunca foi um objectivo meu (por mais que isto choque a maior parte das pessoas). Nem era meu objectivo casar-me! Quanto mais ser Mãe. Mas... rendo-me às evidências. Ser Mãe é algo indescritível. Não consigo mesmo descrever, por mais que tente encontrar palavras. Sou Mãe galinha, orgulhosamente. Estou a criar um rapazito lindo e mimalho, mas nem por isso mimado. Ou pelo menos estou a tentar que assim seja! Domingo que vem é o Dia da Mãe. Nunca pensei ser visada neste dia mas, se querem saber (e apesar de achar que "Dias de ..." são superficiais e, principalmente, comerciais), não deixo de pensar com um sorriso: "Esse dia agora também é Meu!"... Estranho, não? Eu pelo menos acho! :-)

Its been 8 months since I'm a Mother. And its been 3 months since I came back to work using my new "Mom" title. I can't say I have reached any goal, because its never been a goal of mine (for as much as this shocks most people). I didn't even think of marrying, nevermind being a Mother. But... I surrender. Being a Mother is something indescribable. I cannot find any words to describe it, for as much as I try. I'm proudly a "Mãe galinha". I'm raising a beautiful ,cuddly boy, but not a spoiled one. Or at least I am trying to! Next Sunday is Mother's Day. I have never thought I'd be a target of this day but, if you want to know (n spite of thinking that "Something's Days" are shallow and commercial days), I can't help thinking with a smile: "This day is Mine too, now!" ... Weird, huh? I think so! :-)

~-*-~

Pelo menos considero-me um Mothern! (se não leram o livro, leiam... É o manual de sobrevivência de qualquer mãe moderna)

At least I see myself as a Mothern! (if you haven't read the book, read it... it's a surviving manual for any modern mom)


sexta-feira, 24 de abril de 2009

Passeio à Tardinha


Hoje saí do autocarro no Bairro Alto e vim a passear até aos barcos. Resolvi olhar para Lisboa com os olhos dos turistas que vejo todos os dias a passear enquanto passo montada na limousine amarela. Sim! Porque eu vou de limousine para o trabalho! ... Adiante. O passeio foi curto, apenas o descer duma rua carregada de cheiro a antigo. Passei ainda pela Academia de Amadores de Música (ai que saudades...), uma curva pela Trindade e lá fui eu alegremente passando pelo Largo do Camões e pela Rua do Alecrim. Quem já passou por aquela rua centenas, milhares! de vezes como eu chega a um ponto em que passa e não vê... A quantidade de recantos e de prédios lindos é surpreendente!!! Lisboa Antiga nos dias de hoje.

Today I left the bus in Bairro Alto and I walked until I reached the boats. Decided to look at Lisbon with the eyes of the tourists that I see everyday walking around while I went by on the yellow limousine. Yes! I do go to work in a limousine! ... Anyway. The walk was short, just walking down a street loaded with smell of ancient. Went by Academia de Amadores de Música (how I miss it...), a small turn at Trindade and there I went, joyfully through Largo do Camões and Rua do Alecrim. Those who went by that street hundred, thousands! of times like me reach to a point where they pass by and don't see anything... The huge amount of corners and beautiful buildings is overwhelming!!! Ancient Lisbon nowadays.

Desfolhada

Conversava hoje com alguém que me falou da sua visita recente ao teatro D. Maria em Lisboa. Foi como de um click se tratasse... Visitei muitas vezes este espaço da cultura portuguesa. Nunca lá vi nenhuma peça... Mas corri aqueles bastidores duma ponta à outra muitas vezes! Ia com aquela a que vim a chamar mais tarde a minha "avó emprestada". Senhora linda, por fora e por dentro, Amiga com "A" enorme, e que me levava de vez em quando por esses sítios mágicos do mundo do espectáculo. Era costureira, mas não de roupa. Fazia os cortinados (aqueles que se abrem para mostrar o imaginário que os cenários querem ilustrar). Também fazia aqueles anúncios em pano, enorrrrrrrrmes, que antigamente os cinemas e teatros usavam para divulgar o filme ou peça em cena.
I was talking today with someone that told me about their recent visit to D. Maria theater in Lisbon. It "clicked" in my head... I visited many times this place of portuguese's culture. I've never seen a play in there... But I ran on those backstages from top to top many times! I used to go with someone I later came to call my "borrowed grandma". Beautiful lady, from inside out, Friend with an huge "F", and that used to bring me from times to times to these magical places from the show biz. She was a seamstress, but she didn't make clothes. She did the theater's curtains (those that are opened to show the imaginery that the sets try to illustrate). She also did those big cloth commercials that in those times the cinemas and theaters used to show what was on.

Foi numa dessas vezes vi, a medo e só da porta, o camarim da Simone de Oliveira... Não toquei em nada, era como se estivesse a olhar para um museu! E nunca me esqueci desse momento.
It was in one of those times that I saw, with fear and only from the door, Simone de Oliveira's dressing room... I didn't touch anything, it was as if it was a museum! And I never forgot that moment.

Mas onde eu gostava mesmo de me perder era no gabinete da costureira. Da que fazia as roupas... Eram dezenas de cabides maiores que eu com centenas de fatos que os actores usavam, usaram e usariam...
But the place where I loved to get lost in was the seamstress's office. The one that made the clothes... There were dozens of hangers bigger than me, with hundreds of costumes that the actors used at the time, used before and would use someday...

E agora tenho na cabeça "A Desfolhada". Música que a Simone cantou no festival da canção, em 1969. Forte, provocadora, e que, ainda hoje, arrepia.
And now I have stuck in my head "A Desfolhada". Music that Simone sang in the portuguese song contest in 1969. Strong, provocative, and that, still today, gives the chills.

quinta-feira, 23 de abril de 2009

Falta de espaço! Lack of space!

Photo from Craimark Studios

Chegámos à conclusão de que temos uma tremenda falta de espaço na nossa casa. Precisamos mesmo de nos mudar! Por isso, aqui deixo o anúncio: quem quiser comprar um T2 no Montijo, lindo! Ultra bem conservado! Quase novo! Espaçoso (quando não tem as carradas de tralha que nós temos lá dentro)! Com sótão! Avise... Estou oficialmente com a casa à venda.

We've reached the conclusion that we do have an enourmous lack of space at home. We really need to move! So, here goes: whoever wants to buy a T2 in Montijo, beautiful! Well taken care of! Almost new! With lots of space (when not cluttered with the huge amounts of stuff we have in it)! With attic! Let me know... I'm officilally with my apartment for sale.

sábado, 18 de abril de 2009

Iô-Iô

Representação de uma mulher brincando com uma forma inicial do iô-iô, ou "Bandalore" (como era chamado então), a partir de revista de moda francesa, 1791
Depiction of a woman playing with an early form of the yo-yo, or "Bandalore" (as it was called then), from French fashion journal, 1791

Encontrei em casa dos meus pais um iô-iô de madeira que alguém lhes ofereceu. Não resisti!!! Pus-me a brincar, e que lembranças que me trouxe!!! Ai que saudades que às vezes tenho de outros tempos... Tenho que comprar um quando o Rafael for maiorzito para lhe ensinar como se brincava antes de haver coisas electrónicas à disposição!

I found at my parent's home a wood yo-yo that someone gave them. Couldn't resist!!! Started playing with it, and it gave me such memories!!! Sometimes I miss those times when I used to play with things like this... I need to buy one when Rafael is a little older, and teach him how we used to play before there were so many electronic stuff at hand!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Copyright @2009 Noiva com asas
Design by Templates para novo blogger